Filhos Ilustres

Eugênia Sereno (Foto: Dicionário das Escritoras do Vale do Paraíba)

Nascida em 13 de setembro de 1913 em São Bento do Sapucaí, Benedicta Rezende, como foi batizada, foi descendente de uma das famílias fundadoras da cidade. Formou-se professora e lecionou na zona rural sabentista, tendo profundo contato com a população e suas manifestações culturais e religiosas tradicionais. Em 1940, casou com o escritor Mario Graciotti, amigo de seu tio Plínio Salgado, mudando-se para São Paulo, onde, com seu pseudônimo Eugênia Sereno, escreveu o livro “O Pássaro da Escuridão”, que retratada o cotidiano de uma cidade do interior. Eugênia faleceu em 03 de maio de 1981, em São Paulo.

Fonte: Dicionário das Escritoras do Vale do Paraíba
Luiz Villares e Antônio Cortez (Foto: Câmara Municipal)
João Cortez (Foto: Câmara Municipal)

Antônio Teixeira de Souza Filho, conhecido como “Antônio Cortez”, nasceu em São Bento do Sapucaí em 08 de agosto de 1889, era pedreiro por profissão e montanhista por vocação. Antônio e seu irmão João Cortez, foram os primeiros a escalar a Pedra do Baú, no dia 12 de agosto de 1940, um feito sobre-humano para a época. Antônio também participou da abertura braçal que liga São Bento ao Bairro Paiol Grande, da construção do campo de aviação que existiu no município, da construção do Acampamento Paiol Grande.

João Teixeira de Souza, conhecido como “João Cortez”, nasceu em 02 de janeiro de 1903. João também escalou a Pedra do Baú, juntamente com seu irmão Antônio, e levou muitos turistas lá, quando ainda não havia escada, apenas degraus de madeira improvisados. Por ser comerciante, João desligou-se rapidamente das atividades da Pedra do Baú, mudando-se para São José dos Campos, onde continuou seu ofício. Ele faleceu em 12 de agosto de 1962.

Fonte: Câmara Municipal

“Isaura da Biblioteca”, como era conhecida, nasceu em 03 de agosto de 1944, em São Bento do Sapucaí. Teve o pai, José Alves de Lima, como primeiro professor. Em 1967, casou-se e foi morar em São José dos Campos, retornando para a terra natal em 1981 com um filho e passou a exercer a profissão de cabelereira.
Isaura destacou-se como escritora pelas obras “Pedra do Baú: um mito, uma maravilha, uma justiça”, “São Bento do Sapucaí: Tradição e Cultura” e “São Bento do Sapucaí Abad”, ainda não publicado.
Trabalhou como Coordenadora Cultural na Prefeitura de São Bento do Sapucaí, tendo papel importante na organização da Biblioteca Municipal e na criação da Biblioteca do Bairro Cantagalo, dedicando-se também a pesquisas em vários bairros do município, dentre elas: “Quilombo e sua história”.
Isaura faleceu em 22 de junho de 2000.

Fonte: Câmara Municipal de São Bento do Sapucaí
Miguel Reale (Foto: Academia Brasileira de Letras)

O jurista, filósofo e escritor Miguel Reale nasceu em São Bento do Sapucaí em 06 de novembro de 1910, filho do médico italiano Dr. Braz Reale e de Dona Felicidade da Rosa Góis Chiaradia Reale. Miguel Reale foi bacharel em Direito em 1934, ano em que publicou seu primeiro livro – O Estado Moderno - e Doutor em 1941, quando tornou-se catedrático de Filosofia do Direito.
Com sua tese Fundamentos do Direito (1940), Miguel Reale lançou as bases da “Teoria Tridimensional do Direito” que se tornou mundialmente conhecida. Com vasta carreira, em 1942 foi nomeado membro do Conselho Administrativo do Estado; em 1947 foi Secretário de Justiça do Estado, em 1949 assumiu a Reitoria da Universidade de São Paulo, mesmo ano em que fundou o Instituto Brasileiro de Filosofia e muitas outras ações que ele participou e realizou ao longo da vida.
Quarto ocupante da Cadeira nº 14 da Academia Brasileira de Letras, Miguel Reale faleceu em 14 de abril de 2006.

Fonte: Academia Brasileira de Letras
Plínio Salgado (Foto: Pinterest)

O jornalista Plínio Salgado nasceu em São Bento do Sapucaí em 1895. Ainda em São Bento, iniciou seu trabalho na imprensa em 1916, no Correio de São Bento. A partir daí, mudou-se para São Paulo, participou da política, trabalhou em diversos jornais como Correio Paulistano, foi redator do jornal A Razão e escreveu muitos livros como “O estrangeiro”, “Literatura e Política” e outros.

Fonte: CPDOC – Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil

A sambentista Adelaide Azevedo de Mello, conhecida como "Pintora Adelaide" ou "Adelaidinha", nasceu no dia 08 de janeiro de 1903, em São Bento do Sapucaí. Autodidata e com grande habilidade artística desde a escola, Adelaide era requisitada para para trabalhos de decoração, cartazes, adores para festas religiosas e afins. Por conta de sua dedicação e talento, era muito elogiada e, apesar disso, era muito modesta e humilde.
Dentre os mais belos trabalhos da artista, algumas de suas telas, de estilo bizantino, podem ser encontradas na Igreja Matriz de São Bento, outras em Taubaté, São José dos Campos e diversos outros lugares da região e do Brasil, como a tela "A Santa Ceia", seu último trabalho, realizado em 1981, localizada em Ponta Grossa, no Paraná, no Centro de Treinamento de Líderes.
A casa onde viveu Adelaide, conhecido hoje como "Casarão da Pintora Adelaide", é um casarão antigo localizado na rua que leva o nome da Pintora, onde hoje funciona um centro de cultura.
Pintora Adelaide faleceu no dia 20 de novembro de 1982, deixando sua cidade, que ela considerava "a melhor do mundo" e um rico legado artístico para o município.

Fonte: Câmara Municipal
Zé Vicente (Foto: Prefeitura Municipal)

Conhecido em São Bento do Sapucaí como “Zé Vicente”, José Vicente da Silva nasceu em 14 de abril de 1934, trabalhando como funcionário público na Junta Militar e INCRA. De alma artística, Zé Vicente restaurava quadros, construía andores e bandeiras de santos, ajudava em festas religiosas e era conhecido por dois de seus grandes feitos: ele foi o construtor das últimas cabeças no Bloco Zé Pereira, essas que fazem a diversão de milhares de pessoas até hoje, além de ter sido o criador do JOTA – Juventude Organizada de Teatro Amador, o grupo de teatro que foi muito reconhecido na região.

José Vicente faleceu em 25 de setembro de 2017, mas sua arte sua história continuam vivas na memória do sambentista.

Fonte: Portal Acontece São Bento 
Wanda Kosmo (Foto: Filmow.com)

A escritora, atriz e diretora de cinema Wanda Nerine Luizi, conhecida como “Wanda Kosmo”, nasceu em São Bento do Sapucaí em 05 de julho de 1930. Depois de se mudar para o Rio de Janeiro com a família, Wanda conheceu Olavo de Barros, um dos diretores da então TV Tupi e, após um tempo, já escrevia sua primeira história para a televisão. Já no meio artístico, a sambentista casou-se com o ator José Luiz Pinho, com que teve o primeiro filho, Luizinho. Depois de passar por companhias de teatro com o marido, Wanda começou a atuar na TV Tupi, passando pela TV Bandeirantes, TV Record e chegando, por fim, a Rede Globo, onde foi recebida por Boni não apenas para atuar, mas também para dirigir. A atriz ganhou diversos prêmios como “Os Melhores da Semana” de Ayrton Rodrigues, “Prêmio Molière”, como melhor atriz de teatro e ficou conhecida pelas novelas “Amor com amor se paga” (1984) e “Roque Santeiro” (1985). A atriz faleceu em 27 de janeiro de 2007, no Rio de Janeiro.

Fonte: Blog Recanto das Letras

© 2019 - Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí - SP

Desenvolvido por FLIP COLOR

Turismo em São Bento do Sapucaí Vídeo Pt. 2

 
 

×
Turismo em São Bento do Sapucaí Vídeo Pt. 1

 
 

×
Trilha Ecológica RIO VIVO – Ana Chata e Bauzinho

 
 

×
Branca Tirana, por João Mulato e Douradinho e Grupo Novos Araçás

 
 

×
Programa Sincovat – 25/02/2013

 
 

×
Bairro do Cantagalo

 
 

×
Gula e Cia – Chocolate D’Viez

 
 

×
Coração Bento do Sapucaí

 
 

×
Slides

 
 

×
GoPro

 

×
Turismo - Base Comunitária

 
 

×
Congada - Dona Luzia

 
 

×
AVISO - Webmail

Leia com Atenção!

Devido ao vírus que atacou diversos computadores do mundo todo nessa última sexta e sábado, peço que você usuário do Webmail da Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí siga as seguintes instruções antes de entrar efetivamente no nosso Webmail:

1 – Verifique se seu antivírus está com as definições atualizadas;
2 – Ao entrar na sua caixa de e-mail NÃO ABRA NENHUM E-MAIL ainda;
3 – Vá para caixa de Spam e apague todos os e-mails;
4 – Volte para a Caixa de Entrada (mas ainda NÃO ABRA nenhum e-mail);
5 – Na Caixa de entrada, com muita atenção e cuidado vá apagando os e-mails de remetentes desconhecidos, os que estão em outro idioma, de propaganda, de bancos, etc. Ou seja, só deixe e-mails que você realmente confiar;
6 – Faça esse procedimento para os e-mails que chegaram desde o dia 10/05, 6 dias atrás;
7 – Não baixe nenhum arquivo anexo que seja estranho.

Acesse o webmail no botão abaixo e siga as instruções explicadas. Obrigado!

Secretaria de Administração

Acesse o Webmail
×